GULBENKIAN PRÓXIMO FUTURO

logo_facebook logo_twitter logo_tumblr logo_instagram 

  • none
  • none

Fotografias: Nuno Figueira.

De 9 a 11 de Setembro o Teatro Meridional vai receber a estreia mundial de Pedro Páramo, uma peça de Juan Rufo numa coprodução entre o Teatro Meridional e o Programa Gulbenkian Próximo Futuro.

Juan Preciado, após a morte da mãe, vai à cidade de Comala para conhecer Pedro Páramo, seu pai. Ao longo do caminho, e acercando-se de Comala, encontra vários habitantes, todos de algum modo ligados a Pedro Páramo. Progressivamente, contradições e absurdos sucedem-se, e os limites entre real e sobrenatural, sono e vigília, passado e presente, vão esbatendo-se. Comala é habitada por uma comunidade onde Pedro Páramo, no seu centro, é odiado por todos, tendo o lugar de Comala assumido progressivamente as características da sua identidade. Mas Pedro Páramo está morto e há muito que Comala tinha morrido com ele.

Considerado um dos maiores e mais importantes textos literários de língua hispânica, a novela Pedro Páramo constitui-se como um desafio muito particular de adaptação dramatúrgica à cena contemporânea, convocando e implicando criadores e espectadores a interpretar as várias possibilidades narrativas que o texto encerra. Num texto com uma linguagem muito visual e com personagens de uma iminente teatralidade, as cenas desenham-se por fragmentos e cada fragmento é um ângulo de visão que mistura habilmente o real, o imaginário e o sobrenatural, numa obra de absoluto realismo mágico.

9, 10, 11 setembro, 21h30, Teatro Meridional

Ficha Artística e Técnica

Autor: Juan Rulfo (México)
Dramaturgia e Adaptação: Natália Luiza
Encenação: Miguel Seabra
Interpretação: Ivo Canelas, Rui M. Silva, Nuria Mencia, Carla Galvão, Natália Luiza, Romeu Costa e António Filipe
Espaço Cénico e Figurinos: Marta Carreiras
Música Original e Espaço Sonoro: Rui Rebelo
Imagem: Pedro Sena Nunes
Desenho de Luz: Miguel Seabra
Fotografia: Nuno Figueira
Assistência de encenação: Emanuel Arada
Assistência de Cenografia: Marco Fonseca
Montagem: Marco Fonseca e Nuno Figueira
Operação Técnica: Nuno Figueira
Produção Executiva: Natália Alves
Assessoria de Gestão: Mónica Almeida
Direcção Artística do Teatro Meridional: Miguel Seabra e Natália Luiza

ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos Recentes

Diários do Umbigo