BOA-VIDA

  • none
  • none
  • none
  • none
  • none
  • none
  • none
  • none

Fotografias: António Néu.

Foi muito perto de Penafiel, que encontrámos a Quinta da Aveleda, um cenário ideal para Eça de Queiroz, mas ao que parece o escritor nunca referenciou esta quinta nos seus livros. A nós fez-nos recuar à infância e a todos aqueles livros de fábulas e aventuras que lemos.

Com 300 anos de idade a propriedade está vocacionada para a produção e comercialização de vinhos. Tem uma área total com cerca de 320 hectares, sendo que 120 são para vinha e o restante espaço é povoado pelo jardim, pastoreio de vacas e mata. A produção anual de vinho ronda os 15 milhões de garrafas e cerca de 70% são exportados para os Estados Unidos, Canadá, Brasil, Angola Alemanha e Escandinávia.

A casa Romântica é habitada pela família Guedes, os proprietários, e toda a quinta tem um carácter muito familiar. Muitos deles ali passaram a infância e adolescência, bem como os funcionários. É o caso de Cristina Pessoa, a nossa guia. Começou por ir para a Quinta da Aveleda trabalhar durante as férias escolares, ficou e entretanto já passaram 28 anos. “Eu nunca conheci outro patrão”, conta acrescentando que coleciona já uma série de histórias dizendo que as pessoas se surpreendem bastante no final da visita. Ao invés de verem zonas de produção de vinho, engarrafamento e derivados, deparam-se com um idílico jardim. Confirmamos e no meio do nosso périplo percebemos que estamos num enorme jardim romântico do século XIX. Não é por acaso que a Quinta da Aveleda vem sempre referenciada nos livros de botânica e jardins, tal deve-se à elevada quantidade de espécies. A juntar à flora está a fauna: patos, gansos, cisnes, pavões, rolas, garnisés, vacas, cabras e um bode que nos cumprimenta com um ar simpático enquanto mostra os dentes de forma desajeitada e cómica. Despedimo-nos dele e terminámos a visita com uma prova de vinhos e queijos. Do estado sóbrio passámos ao estado ébrio e a sensação de estarmos a viver no século XIX tomou conta de nós.

QuintaAveleda-1

Vinhos

Produzem vinhos verdes, da bairrada e do Douro, sendo os verdes o grosso da produção e vinificados na propriedade. Dentro dos verdes têm a conhecida e mais antiga marca Casal Garcia. Do portefólio também fazem parte o Aveleda vinho verde, meio seco e os vinhos secos, o Quinta da Aveleda e o Aveleda Alvarinho. Depois têm o Folios Touriga Nacional (monocasta) e o Folios Touriga Nacional Cabernet Sauvignon, ambos da Bairrada. “Temos também o Folish Tinto que representa o top do top e a tradição de queijos: o de vaca curado e amanteigado, a produção de queijo de ovelha e de compotas”, conta Cristina.

ARTIGOS RELACIONADOS

Boa-vida

Newsletter

Subscreva-me para o mantermos actualizado: