Top

Around the World: Lawrence Weiner na Cristina Guerra Contemporary Art

A galeria Cristina Guerra Contemporary Art traz Lawrence Weiner a Lisboa em Around the World, uma exposição que partilha o nome com uma obra do artista de 2020, e que se propõe a pensar a localização a partir de uma linha imaginária de referência, a partir da qual todos os lugares, seres ou coisas, se encontram – o equador.

O artista apresenta um conjunto de obras que constituem afirmações geográficas relativas à localização determinada em relação ao equador, a linha que divide a Terra em dois hemisférios. PLACED ABOVE THE EQUATOR/COLOCADO ACIMA DO EQUADOR – note-se a opção de utilização do termo «placed» ou «colocado», que nos remete para o acaso da localização, como que um diagnóstico comum realizado na relação com o mundo (geográfico, político, social ou material). Aquele ou aquilo que está acima do equador, abaixo, à esquerda ou à direita, que é localizado em função da linha conceptual que divide o mundo. Bartomeu Marí escreve no texto da exposição: «O trabalho convida-nos a adquirir consciência da finitude do mundo, da nossa liberdade e do desejo de movimentação.» Frases afirmativas, com cores fortes e contrastantes, expostas nas paredes brancas da galeria, em inglês e em português, que nos relembram da nossa própria relação com a localização.

«O artista declarou que a criação dos seus trabalhos não está ligada a um espaço específico, que não é site-specific, mas que será recebida e compreendida num contexto específico», afirma Bartomeu Marí. Todas as obras serão, naturalmente, compreendidas de formas diferentes dependendo do contexto, mas estamos perante uma exposição cujo conceito se baseia, talvez unicamente, na diferença de contexto. Esta exposição poderá ser mostrada em qualquer parte do mundo, mas será essa a realidade da criação artística ocidental? Uma obra não é site-specific porque não foi feita especificamente para um espaço, mas quando falamos nos espaços que poderão ser excluídos da rede de apresentação de exposições, não será a cena artística do hemisfério norte exclusiva ao hemisfério norte?

Around the World é a oportunidade de ver o trabalho de Lawrence Weiner – um artista que marcou a cena artística conceptual dos anos 60 – através de uma obra disruptiva que interroga a própria existência contemporânea. Lembramos Declaration of Intent, em português Declaração de Intenção, uma das mais reconhecidas obras de Weiner referente às intenções do artista, enquanto vemos a mais recente exposição em Lisboa, e pensamos na assertividade de um trabalho visual no atual contexto de mediatismo da sociedade ocidental. Ser ou não ser visto será a mais recente versão de ser ou não ser, existir ou não existir, estar ou não situado perante algo ou alguém que nos reconhece, que nos concretiza.

Around the World está patente na Cristina Guerra Contemporary Art até 30 de outubro.

Doutoranda de Filosofia na Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Católica Portuguesa de Braga, é mestre em Crítica Curadoria e Teorias da Arte pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e licenciada em Artes Plásticas – Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Em 2018 lança o primeiro número da revista Dose da qual é cofundadora e editora, e em 2020 funda o espaço de estúdio para artistas o.estúdio no Bonfim, Porto. Trabalha atualmente como artista plástica, curadora freelancer e escritora, tendo já contribuído com artigos para diversas publicações.

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

4 números > €25

(portes incluídos para Portugal)