Top

Luisa Cunha vence o Grande Prémio Fundação EDP Arte 2021

Luisa Cunha é a vencedora do Grande Prémio Fundação EDP Arte 2021, uma artista cuja vasta experiência no campo da arte tem sido demonstrada em várias exposições antológicas, individuais e em grupo, e que é agora devidamente assinalada.

Os júris destacam a ousadia experimental da artista na senda internacional da desmaterialização da arte, a multidisciplinaridade e a sua influência junto dos artistas de novas gerações.

Composto por Benjamin Weil (Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian), Philippe Vergne (Museu de Arte Contemporânea de Serralves), Teresa Patrício Gouveia, antiga presidente da Fundação de Serralves e antiga administradora da Fundação Calouste Gulbenkian, e Tobi Maier (Galerias Municipais de Lisboa), José Manuel dos Santos (Fundação EDP), Miguel Coutinho (Fundação EDP) e Vera Pinto Pereira (Fundação EDP), o júri sublinha ainda a complexa e original linguagem que Cunha concebeu ao longo da sua carreira e o seu trabalho com o som e o espaço.

Vencedores passados incluem Lourdes Castro (2000), Mário Cesariny (2002), Álvaro Lapa (2004), Eduardo Batarda (2007), Jorge Molder (2010), Ana Jotta (2013) e Artur Barrio (2016).

Além da atribuição de um valor pecuniário de 50.000€ à artista vencedora, segue-se a preparação de uma homenagem através de uma exposição retrospetiva e a edição de um catálogo “que constitui uma importante referência historiográfica e bibliográfica”.

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

4 números > €25

(portes incluídos para Portugal)