Top

Music for the Weekend #012 — Restos de Coleção I

Boas. Tenho acompanhado todo o bom feedback destas seleções e para esta tomei mais uma decisão que acaba por afetar como estas escolhas musicais são criadas. Decidi que ao chegar a cada dúzia (dito assim parece que vou andar muito tempo a fazer disto… e pensando bem porque não?) a M4we terá o título de Restos de Coleção e esta é a primeira. Nela caberão músicas que ficaram de fora das 11 anteriores, porque já não havia espaço ou porque uma outra ganhou-lhe o pódio pois ficava mais bem encaixada na mistura final, enfim pode haver uma bela quantidade de razões para que canções de que eu gosto não tenham vindo a fazer parte destas minhas partilhas, desabafos e relatos do nosso quotidiano.

Assim nesta estarão, como já disse, coisas que poderiam ter sido ouvidas nas 11 anteriores, na Quarentita, All that Jazz, Tique Taque and so on até à da semana passada, Spoiler Alert. Mas como não podia deixar de ser tem truque no final. Assim decidi escolher só 39 trechos musicais e enviar a trigésima nona para um criador de moda português. Get it? Restos de Coleção, duh… Para esta primeira decidi pegar no belíssimo Into Zelali que os Duo Ouro Negro gravaram no disco Blackground em 1981 e desafiar o Dino Alves para estas andanças. Ouçam tudo até ao fim e chegarão à quadragésima música que foi escolha dele. Posso só dar umas pistas para os mais ansiosos: não tomem Lexotan, o nome prévio do artista começa com a letra P e ainda na semana passada havia uma música deste mesmo “artista” incluída na escolha de um outro filme dele. Pescadinha, pescadinha, até o Dino já percebeu o mindset desta coisa…

Até lá há de tudo um pouco mas isso já é coisa a que nos fomos habituando. Re-edits como o que é feito por Disconet para o clássico do belga Plastic Bertrand Stop ou Encore, mais uma de Bernard Herrmann, neste caso da banda sonora de Taxi Driver, a versão das Raincoats de Lola, clássico dos Kinks, o nº 5 que, como se fosse Chanel, é o mais curto dos Choros compostos por Heitor Villa Lobos ou o minimal drumbeat emocional da talentosa Gabriella Borbély, produtora e DJ com base em Estocolmo que assina como Bella Boo e que na sua biografia no Resident Advisor tem só escrito “Flightmode is the greatest”. Adoro.

Aperaltem-se este fim de semana, you’re worth it.

#staysafe #musicfortheweekend

Flash and The Pan – Walking in the rain
Deodato – Also Sprach Zarathustra
Brian Wilson – I’ve Got A Crush On You
Bernard Herrmann – The Days Do Not End
The Raincoats – Lola
Caetano Veloso – Onde Andarás
Peter Thomas Sound Orchestra – Jumpin’ Jack Flash
T.J. Stone – She’s Got To Have It
The xx – Teardrops
Engelbert Humperdinck – Can’t Take My Eyes Off You
Abbey Spells – Those Shoes (feat. David Harks)
Armando Trovaioli – Roaring ’80
Sonny & Cher – Il beat cosé (The beat goes on)
Black Sabbath – Planet Caravan (DJ Steef Edit)
Heitor Villa Lobos – Choros n° 5 (Alma Brasileira) por Murilo Santos
Joana Espadinha – Idade Do Armário
Don Bernini – Brain Washing
Bella Boo – Your Girlfriend
Hanni El Khatib – Glassy
DJ Vas – Cream
Famks – Labirinto (Extended Nick The Record Version)
Abro – Honey Bee feat. KerenDun
José Pharos – Sport Dance
Maggie Scott – Summertime Kon Edit
Sirs – Forever feat. Stee Downes
Shades – Upside Down
Yadava – Camomile Samba
Mehmet Aslan – Yasadim (Mehmet Aslan Edit)
Low Island – Long Answer
Ratgrave – Bleeding To Death
Henri-Pierre Noel – A Fifth of Beethoven (The Reflex Revision)
Joutro Mundo – Combo Funk (feat Dalage)
Juliana Hatfield – Canary in a Coalmine
Paul Simon – Late … (DJ Spun Edit)
Nova Fronteira – Everybody Love the Sunshine (Sean McCabe Remix)
Mac DeMarco – This Guy’s in Love with You
Plastic Bertrand – Stop Ou Encore (Disconet Remix)
Omri Smadar – Lo Gomer Ta’hodesh
Duo Ouro Negro – Into Zelali
Prince – When Doves Cry (7″ Single Edit)

Amor, paixão, alegria. E outros estados da alma induzidos por sexo, drogas e rock 'n' roll. Dandy, bon vivant e outros anglicismos que não são para aqui chamados. Pai babado, apaixonado inveterado por tudo o que seja de "agora" mas numa profunda mas recatada admiração por tudo o que "já foi". Europeu com raízes asiáticas numa sôfrega vontade de ter, ser e ver todo o mundo. Music was my first love / and it will be my last

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

4 números > €24

OFERTA — Tote bag 18 anos

(portes incluídos para Portugal)