Top

Arte em Quarentena — Alexandre Delmar

A UMBIGO convidou vários artistas a refletir sobre a era em que estamos a viver e a pensar a sua produção artística em tempos de quarentena.

Projeto da autoria do artista Alexandre Delmar.

Alexandre Delmar, PARDO, Março, Abril e Maio de 2020. Local: Esposende

Se analisarmos a fase pré-agrícola da História da Humanidade, verificamos que a disseminação de doenças infecciosas ocorria com pouco sucesso, pois a forma de vida recolectora obrigava ao nomadismo. A constante deslocação evitava o estabelecimento da doença. Hoje, num contexto pandémico, estamos confinados às nossas casas e, maioritariamente, às cidades, espaços decretados como centros de contaminação.

Os corpos são declarados mecanismos de propagação da enfermidade e, por isso, à falta de cura ou vacina, promove-se a ansiedade e acatam-se soluções emergentes de proteção.

O projeto fotográfico PARDO nasceu precisamente desta conjuntura incerta. Limitado geograficamente pelas autoridades à minha área de residência, pretendi abordar as ideias de ausência, o isolamento e auto isolamento, bem como questionar as novas relações espaciais, estratégias para distanciamento físico e eventuais ferramentas de sobrevivência.

“Modus operandi:Deixaram a porta aberta. Desde o início e até ao término do isolamento forçado, saio de madrugada para confirmar se há marés, nortada e mortos-vivos. Na escuridão tudo é pardo, mas prometo não vos rasgar os sacos do lixo, à procura dos restos. No escuro é normal não distinguir bem as coisas.”

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

4 números > €24

OFERTA — Tote bag 18 anos

(portes incluídos para Portugal)