Top

Arte em Quarentena — Inês Teles

A UMBIGO convidou vários artistas a refletir sobre a era em que estamos a viver e a pensar a sua produção artística em tempos de quarentena.

Projeto da autoria da artista Inês Teles.

Inês Teles, Haptic images (or a breeze foresight of the present events), 2020

“A ciência quer conhecer o homem, quer saber sobre o corpo e quer explicar o homem e o corpo, mas no final mantém-se numa perspetiva descritiva, não é? Afinal ficamos na mesma, porque nós perguntamos ‘O que é a pele?’ ou ‘O que é o toque?’ e a ciência aproxima-se mais: da observação à histologia da pele, vai até às células, ao corpúsculos, às sinapses e depois à passagem para o cérebro onde se criam as sensações e onde se formula a interpretação. Depois desta explicação toda tão profunda, apaixonante e complexa, continuamos sem saber o que é o toque. Pois para cada um de nós o mecanismo do toque é interno, intransmissível, invisível e intrínseco à nossa condição de existência no mundo. Talvez, no final, a arte se aproxime mais da ideia de toque do que a explicação científica.”

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

4 números > €24

OFERTA — Tote bag 18 anos

(portes incluídos para Portugal)