Top

4ª semana de BoCA Online

A BoCA continua a ser a referência portuguesa para as artes performativas, com programação regular que vai para além dos biénios em que se realiza. Se para alguns sectores a pandemia da COVID-19 representou um constrangimento, na cultura houve vontade e rapidez em introduzir novas formas de produção e de acolhimento do público, como é, de resto, exemplo a BoCA.

Já na quarta semana de conversas e performances online, depois de nomes como Bill T. Jones, Otobong Nkanga, Gonçalo M. Tavares, Meg Stuart, Tania Bruguera, ou Ana Gomes, a BoCA prepara mais uma série de conversas, performances, entrevistas, leituras, live streamings e parcerias com a Tate Modern e a Fundação Serralves. De 11 a 17 de maio, com uma programação que decorre até finais de junho, a BOCA elenca agora Dora García, João Pedro Vale & Nuno Alexandre Ferreira, Pablo Bronstein, Ailton Krenak, Mariana Tengner Barros e Constança Entrudo.

Segundo o fundador e diretor e programador da BOCA, John Romão, nome que tem perseverado e apostado neste campo artístico, com uma visão crítica e um conhecimento muito claros do que devem ser as artes performativas em Portugal e lembrando as urgências da cultura e da produção cultural, “mais do que medidas de recurso que advêm da impossibilidade do cumprimento ‘normal’ de um plano de atividades, a BoCA constrói de raiz um programa de reflexão sobre o estado do mundo e sobre as arquiteturas do sensível que habitamos agora: o corpo, a casa e a câmara.”

Programa completo aqui.

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

4 números > €24

(portes incluídos para Portugal)