Top

5 Sugestões Culturais — Tomás Cunha Ferreira

Todas as semanas, a UMBIGO convida duas pessoas a partilhar as suas 5 sugestões culturais. O que podemos fazer por casa? De um livro a um podcast, álbum ou filme, aqui ficam as recomendações de artistas, curadores, galeristas, ativadores culturais, amigas e amigos.

Vamos partilhar a receita do que melhor nos faz para seguirmos unidos e positivos.


Tomás Cunha Ferreira

Em alguma livraria online: Harry Smith, Paper Airplanes e String Figures
Estes são os dois primeiros volumes, cada um melhor que o outro, da integral do Harry Smith, um genial artista barra antropólogo barra místico barra etc.
http://anthologyfilmarchives.org/collections/smith-catalogue

John Cage / Diary: How to Improve the World (You Will Only Make Matters Worse)
Para mim isto é melhor que qualquer série do Netflix: um diário em 8 volumes, que é mais um caleidoscópio de ideias que um diário, e que se pode ler ou escutar – escrito entre 1965 e 82, e gravado por John Cage em 1991, com o volume da voz e a extensão de cada entrada a corresponder a uma mudança tipográfica. A versão sonora pode encontrar-se aqui: http://www.ubu.com/sound/cage_diary.html, e os livros foram reeditados pela Siglio Press.

Manuel Graça Dias, Ver Artes 
Agora que tenho de ficar em casa indefinidamente, estou com saudades de andar à toa pela cidade, estou com saudades de Lisboa, dos lisboetas, das ruas, dos prédios. Rever os programas que o Manuel Graça Dias fez para a RTP2, e que estão no arquivo online da RTP, ajuda um pouco. São todos feitos com imenso humor e intenso amor pela cidade. Os meus favoritos: Palavras na Cidade, Guindastes e Navios, Mistérios da Cidade, Cova do Vapor, Roulotteshttps://arquivos.rtp.pt/conteudos/palavras-na-cidade/

Dois discos que saíram agora e estão inteiros no YouTube, para escutar bem alto em casa, e fazer amigos entre os vizinhos: Iowa Dream, do baú sem fundo do Arthur Russell

e também: We’re New Again, Makaya McCraven / Gil Scott-Heron

Tomás Cunha Ferreira vive e trabalha em Lisboa. O seu trabalho combina vários suportes, numa prática transfronteiriça e em circuito aberto. Projetos recentes incluem as exposições Factor Cavalo na Bienal de Cerveira 2017 / Verbivocovisual – Poesia Concreta, Visual e Experimental Portuguesa na ZDB em Lisboa, 2017 / Ontemporâneo no CIAJG, Guimarães 2016 / Partitura – n’O Armário, Lisboa 2016. A sua prática estende-se ao ensino, rádio, escrita e música.

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

4 números > €25

(portes incluídos para Portugal)