Top

Tim Walker, Wonderful Things, no Victoria & Albert Museum, Londres

Tim Walker, fotógrafo mais associado à moda, apresenta-nos o seu mundo de sonho no Victoria & Albert Museum, em Londres, na exposição Wonderful Things.

Abrindo a porta de entrada da exposição, podemos ler em balões transparentes e flutuantes o seu título, Wonderful Things, com um arco-íris a iluminar, e logo aí somos introduzidos ao mundo de “coisas maravilhosas” de Tim Walker, numa exposição imersiva, felizmente longa, bem preparada e de grande qualidade.

Tim Walker, para quem a fotografia é como um estado onírico, algo que espelha o que se passa na sua imaginação, mas para o qual só se acede se acreditarmos mesmo muito. A fotografia pode, assim, tornar-se um souvenir desse mundo de sonho que vive dentro de si (ou de todos nós).

Começa por nos mostrar algumas das suas musas, em salas mais iluminadas, passando depois para outras escurecidas, onde podemos ver juntamente com as fotografias, algumas das peças dos cenários que as acompanharam. Temos assim o privilégio de, de algum modo fazer parte desses cenários, muitos deles exóticos e inóspitos, com que somos confrontados.

Temos também acesso a filmes e instalações especiais, incluindo novas séries de fotografias influenciadas pela coleção do Victoria & Albert Museum.

E pontuando estas obras temos acesso os seus deliciosos cadernos de esboços e ideias, com imagens, frases ou poemas que inspiraram e inspiram Tim Walker, tal como no final da exposição nos é dado a conhecer a sua literatura, aquela que muito se liga ao seu mundo de sonho ou a subcultura gay, da qual Tim Walker faz parte.

Como podemos ler em frases inspiradoras num dos cadernos do artista no final da exposição, aumentado para cerca de dois metros de altura: “Ends are always followed by begginings. Something new could start now, right here. There really are so many wonderful things” (“Os fins são sempre seguidos por começos. Algo novo pode começar agora, aqui. Há mesmo tantas coisas maravilhosas”). É assim entregue este convite para o visitante se abrir a novos mundos e novos sonhos, que apenas começam após a exposição e que servem de inspiração para novas e maravilhosas coisas a descobrir.

Wonderful Things, de Tim Walker. Para ver até 22 de março de 2020, no Victoria & Albert Museum, em Londres.

Joana Carmo licenciou-se em Línguas, Literaturas e Culturas, tendo em seguida frequentado uma pós-graduação em Mercados de Arte e Colecionismo. Atualmente é técnica superior do Museu Zer0 (museu de arte digital que se encontra em instalação no interior do concelho de Tavira) onde coordena o seu Serviço Educativo e Públicos.

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

4 números > €24

(portes incluídos para Portugal)