RESULTADOS DA PESQUISA

‘Put Some Food on it’

  • none

Finalmente escolhemos uma ilha para ir. Depois de dias a rodar o mapa da Tailândia, e dos transportes da Tailândia, finalmente fizemos a cruz e arrumámos a mochila: Ko Chang! Comprados os bilhetes abrimos o guia e eis que a cruz já lá estava, só que era uma cruz para não ir. Quero dizer: como […]

  • none

Agora que estou a caminho daquelas ilhas com ar de postal, gasto este título numa terra com aparentemente nada de paradisíaco, que se lixe, foi mesmo a primeira vez que me senti de férias desde que cheguei. Em Kanchanaburi de comida não reza a história, aliás nunca comi tanta tosta de loja de conveniência. Por […]

  • none

Depois do sufoco de Banguecoque mandamo-nos o mais rapidamente possível para a lady of the north, chamam-lhe.  Sufoco de quê, perguntar-me-ão os que estiverem a ler a sério, do ar sujo e pegajoso, do regateio constante, do assédio agressivo dos condutores de tuk-tuk, das massagens tailandesas a magotes em cada esquina, das pessoas. Pessoas por […]

  • none

Chegar a Banguecoque directamente do – brando – Inverno lisboeta é como ir contra uma parede de omelete quente e húmida. Sim, mesmo que sejam 2 da manhã, o calor, a humidade, o cheiro a comida e o ar poluído colam-se ao corpo para não mais sair. Excepto sobre a forma de suor constante e pegajoso. Tenho […]


Artigos Recentes

Diários do Umbigo