DIÁRIOS DO UMBIGO

  • none

Atrevo-me a dizer que o Lux Frágil mudou a vida de muita gente. A minha mudou de certeza e a da cidade de Lisboa também. O LUX colocou Lisboa na rota dos melhores DJs mundias e Portugal no mapa da club culture internacional. Eu, por mim, não lhe chamava LUX mas sim The Place ou […]

  • none

A escolha desta semana recai sobre uma irreverente figura da cidade de Detroit. Muitos reconhecerão os seus discos apenas pelo recorte da sua cabeça com uma afro abundante sem qualquer outra identificação. Em Junho de 2005 tive o privilégio de o ver no Lux, interpretar ao vivo alguns dos seus temas. A maioria deles já […]

  • none

Numa tarde de Domingo fui ao Coconuts, discoteca sobre o mar de Cascais, a mais uma das famosas Festas das Flores, mais conhecidas por Festas do Miguel, figura mítica Lisboeta por ter sido porteiro do Alcântara-Mar e do Lux. Toda a gente lá estava. O ambiente era festivo e sabia-se que havia um DJ convidado […]

  • none

O clube lisboeta Lux Frágil, no ano 2000, abriu as portas da pista e ampliou-se até ao cais mesmo ao lado. Emoldurado pelas gruas Poderosa e Vigorosa e um navio de cruzeiros, recebeu em concerto o senhor Ludovic Navarre e a sua Banda. St Germain é o heterónimo que escolheu em honra ao misterioso conde […]


Diários do Umbigo

Newsletter

Subscreva-me para o mantermos actualizado: