JOALHARIA

logo_facebook logo_twitter logo_tumblr logo_instagram 

  • none
  • none

Liliana Gonçalves estudou na ESAD, Escola Superior de Artes e Design, Matosinhos, onde realizou tanto a licenciatura em Artes/Joalharia, como o mestrado em Design de Produto. Durante o mestrado, centrado em joalharia, realizou um estágio numa empresa de Póvoa de Lanhoso onde não só se dedicou ao design nesta área, mas também à execução de peças.

Em 2010 lançou a marca Lia Gonçalves, joalharia de autor. Segue um tipo de processo duplo e conjugado que aponta para um design de autor que é interpretativo, mas que é também artesanal. Isto é, cria, vai do conceito à execução minuciosa das próprias peças e de séries. A sua paixão pelo trabalho artesanal é essencial para a realização de peças com detalhes exclusivos e assinatura pessoal. A combinação entre a sensibilidade contemporânea e as técnicas tradicionais refletem-se na sua afirmação como designer que incorpora nas suas peças elementos contrastantes e, complementares, do passado.

A prata é quase sempre o material de eleição. Por vezes conjuga borracha, porcelana e outros materiais. Vai criando coleções variadas, como Movimentos, Moon, Crateras, Corpos Celestes, Capsule Collection Bleu. Certas vezes, curvaturas, inflexões e encaixes amovíveis, permitem a deslocação entre aros, fios, cordões ou cadeias. Estes encaixes são usados, por exemplo, para simular o movimento de planetas em torno do sol através de estruturas circulares. Entretanto, a modelação manual de ceras e a aplicação de corrosões proporcionam a reprodução de texturas em peças mais orgânicas, como as que pretendem interpretar a morfologia de relevos lunares.

Todas as peças são executadas em prata 925, a partir de moldes únicos, que destacam a minúcia do trabalho manual e a personalização dos acabamentos, originando séries de reprodução limitada ou, ainda, joias únicas e exclusivas.

Lia-GonçalvesAneis_coral
anéis Coral

É comum o seu trabalho associar geometria e aspetos orgânicos, tal como se torna claro na coleção Coral, à qual aqui se dá destaque, sobretudo visual. Linhas retas ou curvas combinam-se com reproduções de coral, neste caso executado em microfusão que segue a modelação de corais em cera. Em Coral, à prata branqueada sucede-se a prata oxidada. Ambas as superfícies, geométrica e orgânica são, quase sempre, mate, branco e preto. Por vezes associa banhos de ouro.

Lia Gonçalves apresenta o seu trabalho num site com o seu nome. Ocupada com o mercado, também participa em feiras nacionais e internacionais, assim como vende os seus produtos em várias e diferentes lojas. Mostra, assim, um empenho complementar ao do design e da execução, através do trabalho de apresentação e de divulgação para comercialização. Como outros designers, implanta-se bem no mercado, com uma imagem de marca autónoma, isto é, com características próprias, individuais. Neste aspeto, os designers de joalharia diferenciam-se da designada joalharia contemporânea artística que, também sendo internacional, é divulgada em circuitos menos alargados, em galerias.

ARTIGOS RELACIONADOS

Joalharia

Newsletter

Subscreva-me para o mantermos actualizado: