DIÁRIOS DO UMBIGO

  • none
  • none

Desde que comecei a interessar-me por estas coisas de maquilhagens e afins, tenho descoberto algumas preciosidades ao ler as bloggers nacionais (algumas com opiniões muito interessantes e muito generosas na partilha). Descobri que a zona de contorno de olhos se chama zona periocular. Isto quer dizer que podemos passar a falar em cremes para a zona periocular em vez de cremes de contorno de olhos. Também podemos sempre causar sobressalto a alguma amiga dizendo-lhe: – Olha que tens a zona periocular toda borrada!

Eu confesso que gosto de maquilhar esta zona. Gosto de pôr um khol ou kajal (vulgarmente conhecidos por lápis preto) e descobri que waterproof não significa nada para os meus olhos. Qualquer risco que eu faça com lápis ou eyeliner tem um tempo de duração limitado, normalmente inferior ao tempo que eu demoro a voltar a casa. Já experimentei andar com o lápis atrás e ir retocando, mas continua a não servir de nada. As minhas pálpebras (principalmente as móveis) sugam tudo. Já comprei um primer de sombras da Zoeva uma maravilhosa marca de pincéis (Eyeshadow fix long wear Matte) e ainda assim nada dura. Descobri recentemente o truque de pôr sombra mate em tom neutro (o famoso nude) antes de pôr o lápis e já consigo mantê-lo mais algum tempo.

Ao olhar para os meus animais de estimação percebi que todos têm riscos escuros na tal zona periocular (também têm direito a ter partes anatómicas com nomes difíceis). Descobri entretanto que substituem os nossos óculos escuros, ou seja, protegem os olhos da luz solar.

Senti que há uma certa semelhança entre a maquilhagem feminina e as cores e nuances animais (não estou a incluir os humanos nesta categoria). A diferença é que os animais usam o colorido como protecção (para se camuflarem) ou para acasalar, e as mulheres sobrevivem mais facilmente sem grandes maquilhagens e abandonam o objectivo de acasalamento por volta dos 23 anos (depois passam a atitudes mais agressivas).

Voltando ao contorno dos olhos, também experimentei um eyeliner da Benefit (they're real! push-up liner) que dizem ser 24h waterproof e muito fácil de usar e não acho nem fácil de usar porque é bastante seco e não desliza bem e tenho de rodar 30 vezes a ponta para sair o tal gel, nem 24h waterproof porque ao fim de 5h já tenho zonas sem eyeliner. Entretanto experimentei na Douglas um lápis da Burberry (Effortless Kohl Eyeliner) que me pareceu aguentar bastante tempo, mas custa €30 o que me deixou a pensar que talvez o meu lapinhos Clarins e a minha sombra mate que só eu é que sei que tenho, resultem numa combinação de longa duração bastante mais em conta para a carteira...

Mas andava eu com estes pensamentos derrotistas e com o lápis actual já em versão coto daqueles que os merceeiros antigamente enfiavam atrás da orelha, quando descobri que o site da Burberry tem envios gratuitos para Portugal e onde a única coisa que tem preços acessíveis é a maquilhagem. Deixei portanto as famosas trench coats (antigamente chamadas gabardinas), que custam €500 em saldo, para os ingleses e encomendei o meu eyeliner kohl, para tipas que não se querem esforçar, a €22.

ARTIGOS RELACIONADOS

Diários do Umbigo

Newsletter

Subscreva-me para o mantermos actualizado: