ARQUITECTURA

logo_facebook logo_twitter logo_tumblr logo_instagram 

  • none
  • none
  • none
  • none
  • none
por

Últimos dias para ver a exposição O Processo Saal: Arquitectura e Participação, 1947-1976 em Serralves. A mostra estará patente até ao dia 1 de Fevereiro e trata-se da primeira grande exposição dedicada ao SAAL (Serviço de Apoio Ambulatório Local), um projeto arquitectónico e político criado poucos meses depois do 25 de Abril de 1974. Este foi um dos projectos mais pioneiros na Europa do seu tempo devido à fusão entre arquitectura e participação directa, numa tentativa de atender às necessidades de populações desfavorecidas.

Na exposição, comissariada pelo curador Delfim Sardo, Director Artístico da Trienal de Arquitectura de Lisboa de 2010, podemos ver 10 projectos exemplares do SAAL através de maquetas, fotografias históricas, gravações sonoras, documentários e filmes de 8 e 16mm. Entre diversos trabalho, podemos ver também uma instalação da artista Ângela Ferreira, especialmente criada para a exposição e que lida com a memória histórica e política de um dos momentos mais marcantes para a sociedade e para a arquitectura portuguesas.

SAAL-7

Em sintonia com a exposição existe toda uma programação paralela, como é o caso da instalação Bloco,  um retrato ficcionado de um complexo habitacional que representa, na sua forma, o elemento arquétipo de um bairro. Num outro plano, este bloco traduz os movimentos e a dinâmica de quem o habita. Esta instalação utiliza elementos audiovisuais recolhidos em alguns bairros do SAAL (ou com eles relacionados) e organiza-os de um modo circular, mas potencialmente infinito. Pode ser vista de 24 de Janeiro a 1 de Fevereiro no Foyer do Auditório.

No dia 1 de Fevereiro terá lugar a palestra O Direito a uma Casa e o Sorriso nas Fotografias. Esta parte de histórias de vida de alguns dos moradores dos bairros SAAL no Porto, bem como das memórias de alguns dos arquitectos e técnicos das brigadas, com recurso a testemunhos, documentos originais de arquivo e fotografias. A direcção, texto e performance é de Joana Craveiro. Teatro do Vestido.

SAAL 6

ARTIGOS RELACIONADOS

Arquitectura

Newsletter

Subscreva-me para o mantermos actualizado: