MÚSICA

  • none
  • none
  • none
  • none
  • none
  • none
  • none
  • none

Fotografias: Alípio Padilha.

“Festejar o horário de Inverno”

O primeiro fim de semana de Jameson Urban Routes encerrou da melhor maneira ao som de Medeiros/Lucas, Tim Hecker, Moonface e com Voxels live, seguidos de Sonja, a terminar a noite.

Após o concerto da dupla de Carlos Medeiros e Pedro Lucas, que habilmente misturam a música tradicional açoriana com sonoridades ibéricas e outras vindas do norte de África, chegou Tim Hecker.

O músico canadiano já tinha avisado os ouvidos mais sensíveis de que o seu concerto se ouviria em alto e bom som. E assim foi. A apresentar o seu mais recente álbum, Virgins, Tim Hecker fez tremer o Cais do Sodré com a sua electrónica ambiental e completamente abstracta. Colaborou já com nomes como Sigur Ros ou Godspeed you! Black Emperor, e veio ao Musicbox provar que em ruídos confusos se pode encontrar a harmonia, tocando um set tranquilo e moderado, à sua maneira, envolvido por uma atmosfera intimista, que a pouca luz ajudou a criar .

Depois foi a vez de Moonface, ou melhor, Spencer Krug se apresentar a solo no piano para nos dar a conhecer o novo EP, City Wrecker. Moonface, actualmente, um dos mais consagrados cantautores norte-americanos, e esteve ligado a nomes como Swan Lake, Frog Eyes, entre muitos outros projectos.  Após ter pisado os palcos do Vodafone Mexefest, no ano passado, onde deu um espectáculo bastante elogiado pela critica, voltou à capital mostrar o seu projecto  que tem tanto de suave como de sublime. A sua voz de melodias intensas, acompanhada pelas teclas do piano, iluminado por um foco de luz, que bem podia ser o luar, encheu de estrelas o tecto do Musicbox e emocionou o público com a melancolia das suas canções.

A noite estendeu-se até o sol espreitar, com Voxels live e Sonja ao comando dos pratos e a fazerem a multidão dançar sem parar.

ARTIGOS RELACIONADOS

Música

Newsletter

Subscreva-me para o mantermos actualizado: