DIÁRIOS DO UMBIGO

  • none

A Beringela, pouco a pouco, foi-se introduzindo na minha dieta alimentar pela sua capacidade de adaptação às minhas práticas culinárias.

Dizem que o seu consumo está a aumentar, e isso se deve às propriedades que apresenta.

Apontam-na como um diminuidor potencial do colesterol e os seus atributos não se ficam por aí, é rica em magnésio, zinco, potássio e cálcio.

1) Magnésio: actua nas reacções enzimáticas e faz parte da constituição dos nossos ossos e dentes.

2) Zinco: actua no crescimento e desenvolvimento do sistema imunológico e está directamente relacionado com a reprodução.

3) Potássio: actua na contracção muscular, na síntese de glicogênio e no metabolismo proteico e de carboidratos, que são as biomoléculas mais abundantes na natureza, constituídas principalmente por carbono, hidrogénio e oxigénio.

4) Cálcio: actua na formação dos ossos e dentes, na transmissão de impulsos nervosos e na contração muscular.

A receita que vos trago é algo simples e prático de preparar, pode ser servido em qualquer circunstância, mas com a chegada da tão desejada Primavera (embora ainda não se sinta), é natural que se comece a pensar em fazer os tais lanches com os amigos, entre tapas, vinho e boa disposição.

Beringela 2

Pasta de beringela com queijo creme

1 beringela em cubos pequenos
3 colheres (sopa) de azeite
1 colher (sopa) de vinagre branco
3 colheres (sopa) de sumo de limão
3 colheres (sopa) de salsa picada finamente
2 dente de alho picados.
85 g de queijo creme (tipo querú)
Sal e pimenta branca qb

Preparação:

Numa panela grande, refogar a beringela com os temperos. Quando estes estiverem macios, retirar do lume e deixar arrefecer um pouco. Bater esse refogado, juntamente com o queijo creme, no triturador ou liquidificador (modo pulsar) até misturar bem. Colocar numa tigela e levar ao frigorífico, no mínimo 4 horas antes de servir.

ARTIGOS RELACIONADOS

Diários do Umbigo

Newsletter

Subscreva-me para o mantermos actualizado: