MÚSICA

  • none
  • none

Zuviiiiiiii!

zuvi zevá, vá vanovi! Zuvi zevá! vá, vá, vá vanovi. Zuvi zeva novi? zuvi zeva novi. Zuvi zava zivi zeva novi!

O que é que mais influenciava os Mler Ife Dada? "Tudo, lembro-me que fechávamo-nos em estúdio a pensar que tínhamos que fazer mais duas ou três músicas. De repente o Nuno tirava um guardanapo e começava a escrever uma letra", contou Anabela Duarte à Umbigo, quando há uns meses atrás lhe fizemos uma entrevista acerca deste concerto que já estava planeado.

A verdade é que a enfant térrible vai voltar aos palcos numa pele Mler Ife Dada num concerto que já se avizinha fantástico.

Como é que se concentram 30 anos em poucas horas? Como revisitar tantos clássicos que continuam a ecoar pelas rádios?  Não sabemos, mas os Mler Ife Dada sabem certamente como nos irão surpreender no próximo dia 14 no CCB.

Nuno Rebelo e Anabela Duarte tornaram-se numa banda de referência e de culto na música portuguesa. Passados 30 anos voltam aos palcos e ao que parece tudo vai ser em grande e cheio de surpresas. "Vamos fazer reinterpretações do que já está feito e depois logo se vê. A novidade tem a ver com a forma de ser dos Mler Ife Dada, que sempre orbitou à volta de termos connosco um conjunto de artistas plásticos e visuais ligados ao projecto, para além da banda propriamente dita. E é isso que estamos a fazer para o concerto. Vamos ter várias pessoas a colaborar connosco, entre elas Lidija Kolovrat, a fotógrafa Luísa Ferreira e roupas novas concebidas pela Rita Filipe."

A nível musical, juntamente com Anabela e Nuno, no palco vão estar Tiago Maia (Jimdungo e Dead Cats Dead Rats) no baixo, Filipe Valentim (Rádio Macau, Wordsong) nos teclados e Samuel Palitos (Rádio Macau, A Naifa) na bateria. Esta formação será ainda completada com a inclusão, e pela primeira vez, de um trio de sopros e um trio de cordas, pelo que se esperam surpreendentes e fascinantes versões das canções de sempre dos Mler Ife Dada.

Na entrevista mencionada Anabela referiu estar super contente com este regresso. "Já ouviste o novo Zuvi que eu coloquei no facebook? Tens que ouvir. Eu coloquei lá: “para novos Mler Ife, novo Zuvi’. Tem sopros, parece uma orquestra dos clubes de sapateado norte-americanos".

Para Anabela a música vem sempre primeiro, a letra serve para vestir a música. "Nenhum de nós é escritor, portanto é natural que as palavras estejam em função da música, mas às vezes as palavras também funcionam como um instrumento porque não querem dizer absolutamente nada. São apenas um jogo fonético".

Anabela remata dizendo que estão a beber as influências de muita coisa "e a fazer um melting pot de tudo. Há algo de Wagneriano por excelência num concerto de música pop. É outra dimensão".

O concerto acontece no dia 14 no Centro Cultural de Belém no dia 14 às 21h.

O valor do bilhete vai dos €15 aos €29.

Aqui vos deixamos um making of de algumas coisas que irão acontecer.

ARTIGOS RELACIONADOS

Música

Newsletter

Subscreva-me para o mantermos actualizado: