• none
por

Bem-vindos ao Mini-Market onde poderão esquecer os pequenos problemas do mundo e comprar todos os sonhos que a vossa carteira conseguir “sonhar”.

A sociedade contemporânea está hoje perto de um colapso social, cultural e económico talvez devido, em parte, a uma cultura de consumo que tem vindo a instaurar-se nos últimos 60 anos. Trocamos por vezes o conhecimento e a diversidade cultural por uma insaciabilidade material, por uma normalização de gestos culturais. Chegamos, em certa medida, à Era do Vazio, que Gilles Lipovetsky preconizou no fim do século passado, onde a apatia, a indiferença e o princípio da sedução se opõe a princípios mais humanistas. E assim, com fome de consumo, o mundo vai-se transformando num imenso supermercado que coloca ao dispor uma infindável lista de novos produtos: desemprego, especulação financeira, crédito mal parado, juros, hipocrisia social, submissão, conformismo, cultura normalizada, ignorância. Uma sociedade que tenta convencer-nos a acrescentar à nossa lista de “imprescindíveis”, desejos e produtos supérfluos que alimentam falsos valores de uso marcados pela cultura de massas.

XAVIER ALMEIDA

Xavier Almeida concluiu em 2003 a licenciatura em Arquitectura, pela Universidade Lusíada do Porto. Em 2008 seguiu-se uma nomeação para o Young Illustrator Award, no evento Illustrative - Zurich 2008, e o Prémio Design Briefing na categoria de Multimédia, com o separador para a MTV Birth, para a MTV Portugal. Entre 2007 e 2010, concluiu o mestrado com o tema "Arquitectura e manifestações artísticas não-institucionais no espaço público urbano", na Universidade Lusíada do Porto, sob orientação de Pedro Bandeira e Joana Pimentel e com a participação de Álvaro Siza e Pieter Bannenberg (NL Architects). Em 2009 recebe o 1º prémio na categoria Motion Graphics, no Festival Internacional de cinema de Animação Digital de Beja (Animatu), com o videoclip "At the dance", e trabalha como assistente de artista no Atelier Van Lieshout, Roterdão, Holanda. Colabora com a artista Fernanda Fragateiro desde 2010. Em Março de 2011 publicou o artigo I Love Espaço Público na revista Arq/A e em Agosto foi o artista residente em Christiania, Copenhaga - Christiania Researcher In Residence (CRIR).

WHO galeria

Rua Luz Soriano, 71 - Bairro Alto

1200-246 Lisboa - Portugal

www.galeria.who.pt / aviva@who.pt

ARTIGOS RELACIONADOS

Arte

Newsletter

Subscreva-me para o mantermos actualizado: