Top

Vitrine, de Jorge Santos

Senta-te e vê o tempo passar na sala, no quarto, no escritório, no atelier – uma pedra atenta ao lado de uma janela. Espera pelo lusco-fusco e pela luz rasante, dourada, alaranjada. Vê os raios desenhados na parede, as sombras projetadas dos objetos acumulados; vê os flocos...

Senta-te e vê o tempo passar ...

Ler Mais

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

A vírgula tem regras, mas está sujeita a interpretações subjetivas; tem uma função, mas o seu uso é variável; comporta um tempo, mas esse tempo é inconstante. Antes do mas, coloca-se uma; antes do e raramente, exceto, claro, tratando-se de um grupo móvel ou de...

A vírgula tem regras, mas est...

Ler Mais

A História contada segundo a ecologia

“A minha consciência está perfeitamente alinhada com o horizonte, ela é feita de petróleo.” Nikolai Nekh A minha consciência é petróleo – talvez a declaração mais sintética da obra que Nikolai Nekh tem desenvolvido – é a constatação de uma viragem do olhar ontológico sobre o...

“A minha consciência está ...

Ler Mais

Uma obra na ARCOlisboa 2018

Re Cordum. Voltar ao Coração 5 (2014) é uma obra do artista português Vasco Araújo, exposta na ARCOlisboa 2018, no stand da galeria Horrach Moya. Cinco bustos africanos representam a voz coletiva de um continente esquecido, votado à insignificância pelo ocidente. No outro lado, afastada da...

Re Cordum. Voltar ao Coração...

Ler Mais

O mosaico da arte

A contemporaneidade é um mosaico atemporal e warburguiano. Pessoas, pensamentos, ideias, movimentos, expressões e manifestos coexistem numa composição celular que pode ou não ter forma, pode ou não fazer nexo. Não há linearidade. Não há tempo. Ou antes, é tudo em todos os tempos, em...

A contemporaneidade é um mosa...

Ler Mais

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

€24

(portes incluídos para Portugal)