Top

Medalha de Mérito Cultural para Maria da Graça Carmona e Costa

Num país onde o reconhecimento artístico é parco e o apoio às atividades culturais relacionadas com as artes plásticas é magro, é bom saber que há uma série de resistentes que, por paixão e benevolência, devotam parte da sua vida a colmatar as falhas neste setor de forma absolutamente desinteressada.

Maria da Graça Carmona e Costa é um desses casos, com uma carreira tão longa quanto admirável. Fundadora da galeria Giefarte nos idos anos 80 e da Fundação Carmona e Costa – com o já falecido marido Vítor Carmona e Costa –, e depois de iniciado o seu percurso na mítica Galeria Quadrum, Maria da Graça Carmona e Costa prossegue o seu compromisso de mecenato e filantropia com a atribuição de bolsas de estudos em arte contemporânea. Salienta-se ainda o esforço aquisitivo de obras para a coleção da fundação, focada ultimamente no desenho como expressão “transversal a todas as disciplinas artísticas”, bem como a ajuda na produção de diversas e importantes exposições.

A revista Umbigo saúda, portanto, a justa e merecida atribuição da Medalha de Mérito Cultural por parte do Governo Português, com cerimónia agendada para hoje, dia 12 de setembro, às 17h, no Palácio Nacional da Ajuda.

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

€18

(portes incluídos para Portugal)