Top

Spaceship, de Susumu Shingu

Susumu Shingu é um artista japonês com uma obra cuja materialidade se expande para lá dos seus estritos contornos para abraçar o espaço em que se instala. As instalações que agora apresenta no Mudam Luxembourg – Musée d’Art Moderne Grand-Duc Jean ora se expõem no exterior, ora no interior, sob a ativação de diversos ambientes públicos e privados, mas sempre em direto diálogo com a arquitetura do museu gizado por Ieoh Ming Pei.

Talvez fruto de uma paisagem cultural, artística e arquitetónica muito atenta aos elementos, típico dos autores japoneses, Shingu trabalha o vento, a água, a luz, a chuva e a neve como se de outros media se tratassem. A natureza é o grande ativador da obra ao conferir-lhe um espírito próprio, uma vida para além de qualquer olhar ou espectador. Ou seja, é um trabalho atmosférico, de perfeita comunhão com o espírito natural.

Até 6 de janeiro de 2019, Spaceship, de Susumu Shingu (representado na Europa pela Galerie Jeanne Bucher Jeager), no Mudam, com 12 esculturas cinéticas em exposição.

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

€24

(portes incluídos para Portugal)