Top

Artifício Visceral, de Jack Mugler, na Casa Pau-Brasil

Artifício Visceral é a nova exposição de Jack Mugler a inaugurar na Casa Pau-Brasil no próximo dia 28 de março, numa curadoria tripartida por Thiago Verardi, Cristiana Tejo e Marilá Dardot.

Nesta mostra, o artista remete as suas obras para a hipersaturação dos tempos atuais. Na verdade, a própria técnica – a colagem – alude precisamente para a imagem omnipresente em revistas, jornais, cartazes, etc., que a modernidade criou e promoveu. Só o recorte e a seleção podem dar sentido a uma torrente imagética incontrolável.

Mas se é certo que a imagem mediatizada é reflexo da modernidade, também é verdade que o capitalismo tem sido o motor e catalisador de ambos.

Jack Mugler articula todas estas realidades e discursos e concebe uma série de peças densas em recortes, colagens, sobreposições, “sugerindo subtilmente formas fálicas”, aplicadas sobre espelhos que são simultaneamente suporte passivo e ativo. O confronto da imagem do observador com as múltiplas imagens coladas obrigam ao enquadramento de um consumismo feito à nossa imagem, para nós, alimentado pelos nossos desejos artificiais hedónicos.

Artifício Visceral, de Jack Mugler, inaugura a 28 de março com uma performance-happening, na Casa Pau-Brasil.

Assine a Umbigo

4 números > €24

(portes incluídos para Portugal)