Top

Rebuild, de Pedro Sousa Loureiro

Pedro Sousa Loureiro, aka Pato Bravo, inaugura dia 1 de fevereiro a exposição Rebuild na Galeria FOCO, Lisboa.

O artista mostra uma coleção de desenhos, colagens e retratos cujo acesso à identidade das figuras representadas tem que ser reconstruído mediante um exercício de introspeção e relação. As obras são uma interpelação à forma como percecionamos as finas linhas sinuosas dos desenhos que se juntam em rostos sem olhos, em colagens de rostos desconstruídos, em vídeos nos quais os rostos são representações fabricadas.

No fundo, há uma insistência em como tudo se compõe mentalmente, como uma meta-assemblage, entre o que nos é dado por Sousa Loureiro, o que por nós é trazido e o que por ambos é facultado, a meio-caminho, no espaço da galeria, do corpo em frente à obra. Como escreve Fernando Pinto do Amaral sobre a exposição, as obras desdobram-se “em três perspetivas diferentes – a do Pedro Sousa Loureiro, a de cada um de nós como seres conscientes e a dessa zona indefinida, uma zona terceira ou zona-limite, em que estes desenhos já não são exatamente dele nem nossos, mas de uma parte desconhecida de nós mesmos, à espera de ser decifrada”.

Esta é uma mostra que resulta de várias residências artísticas em Londres, Bernay-en-Ponthieu, Bruxelas e do trabalho com Os Pato Bravo nas Caves Liceu Camões, em Lisboa, num trabalho desenvolvido ao longo de dois anos.

Para ver até ao próximo dia 23 de fevereiro, na galeria FOCO, Lisboa.

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

€24

(portes incluídos para Portugal)