Top

Avenida Liberdade, de Tatiana Macedo

Até ao final do mês de dezembro, está patente no Museu do Aljube a instalação inédita de Tatiana Macedo, Avenida Liberdade.

Partindo do nome desta artéria da cidade de Lisboa, a artista estabelece um discurso visual em torno de conceitos profundamente arreigados na missão do espaço museológico em que se instala: liberdade, libertação, resistência e opressão. Ao mesmo tempo, faz um retrato do Portugal contemporâneo, ao expor uma série de imagens de um grande protesto contra a violência da austeridade imposta durante os anos da Troika e outras dos inícios dos anos 2000.

Como tem sido hábito no percurso da artista, a instalação é um testemunho de caráter vincadamente político. Na sua obra seminal 1989 – com a qual venceu o prémio Sonae Media Art Award – já se notava esta tendência de explorar as ambiguidades e complexidades da política contemporânea. Política não no sentido profissional do termo, mas no espetro mais alargado e primordial: política como uma prática quotidiana encetada pelo cidadão comum que observa e questiona.

Neste contexto, Avenida Liberdade é também um ensaio sobre as possibilidades da liberdade e da política atual, as suas limitações e as respetivas repercussões humanas, ou da vida nos intervalos de políticas falhadas.

Para ver no Museu do Aljube até 29 de dezembro de 2017.

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

4 números > €24

(portes incluídos para Portugal)