Top

Um amor chamado Pink Millennial

Esta cor não nos é estranha. Já a vimos na indústria da Moda, na decoração de interiores, no Instagram, no Tumblr, na arquitetura ou até mesmo no cinema. Não sabe o nome? Pink Millennial, Tumblr Pink ou Scandi Pink. Podem existir vários nomes mas a verdade é que esta cor, que vai do bege avermelhado até ao pêssego, não vai sair de cena tão cedo.

Quando a Pantone elegeu a cor para o ano de 2017 (o greenery) o esperado era que as cores do ano anterior começassem a desaparecer e a deixarem de ser tendência, contudo tal não aconteceu. O Rose Quartz (que, entretanto, é chamado de Millennial Pink) foi ganhando cada vez mais adeptos, ligados à Geração Y, estes adeptos recordam este tom de forma nostálgica. Recorda-nos algumas memórias de infância ou os famosos milkshakes.

Mas esta cor não é só mais uma tendência. Este tom de rosa faz-se acompanhar de uma revolução. A fluidez de género. A revolução genderless que não se preocupa em atribuir qualquer tipo de etiqueta. Longe vai o tempo – ou assim esperamos que vá – em que o rosa era para menina e o azul para menino. Um estudo realizado pelo WGSN, uma empresa especializada em tendências de Moda, reportou um aumento das peças masculinas cor-de-rosa para 40% em marcas de fast fashion. Estas marcas que se inspiram nas grandes marcas de luxo como a Dior, a Gucci ou a Hermès que nas últimas semanas de Moda apresentaram coordenados com esta cor. Há coleções genderless a serem apresentadas, a Zara do grupo Inditex foi uma das primeiras marcas de fast fashion com grande alcance em todo o mundo a tomar essa iniciativa.

Quem também adora este tom é a cultura pop. Os anos 80, 90 e inícios dos anos 2000 são exemplo do seu sucesso. Em 1985, um restaurante decidiu pintar as paredes e o teto de cor-de-rosa. Alguns coordenados do filme Clueless ou o The Grand Budapest Hotel, de Wes Anderson. Falar de cor-de-rosa sem referir o icónico filme Mean Girls seria, no mínimo, uma desgraça. A frase que ainda hoje é replicada um bocadinho por toda a internet: “on Wednesday we wear pink”. Estes momentos servem de inspiração para aquilo que, facilmente, encontramos nas redes sociais. O Instagram está repleto de fotografias com fundos pink millennial. O site do diário britânico The Guardian publicou uma lista com as melhores fotografias que incluíam este tom de cor-de-rosa como o personagem principal.

Na fotogaleria reunimos um conjunto de imagens que nos vão deixar mais apaixonados por esta cor.

Rui Matos, 21 anos. Um eterno sonhador e amante das novas tecnologias, da comunicação e das relações interpessoais. A moda, a arte, o cinema e a fotografia sempre foram o seu grande amor. Estudou Ciências da Comunicação e quer ser jornalista. No verão de 2016 estagiou na versão online da Vogue Portugal, o que considerou ser a prova de fogo para a decisão do seu futuro. A prova foi superada com sucesso e já não lhe restam dúvidas: este é o caminho a seguir.

Subscreva a nossa newsletter!


Aceito a Política de Privacidade

Assine a Umbigo

€24

(portes incluídos para Portugal)